terça-feira, 1 de setembro de 2009

Aoyama: hora de visitar um dos campeões em indicações

Sempre recebemos dicas dos visitantes do blog, pessoal das comunidades e do twitter de lugares para visitarmos, isso sem falar nos amigos próximos e nos internautas que nos enviam por e-mail verdadeiras "listas" com os restaurantes divididos até por perfil.

Em primeiro lugar nós agradecemos, avisamos que nós lemos todas as dicas e tentamos, na medida do possível, visitar a grande maioria dos lugares indicados. Por isso mesmo, chegou o momento de visitarmos o Aoyama, que figurava em várias indicações.

Fomos suficientemente corajosos e, em uma sexta-feira agradável, rumamos até Moema com um grupo de amigos para conhecer o local. Obviamente que era um desafio: o lugar estava bombando, lotado, mas conseguimos mesa após uma breve espera.

O lugar estava cheio, então se você é partidário de um jantar em paz, contemplativo e sem maiores agitações, pense antes de ir. Mesas "de galera", famílias e grupos de amigos são a sua maioria, com algumas mesas menores de casais pontuando o amplo salão.

Se por um lado o lugar estava lotado, o serviço não fez feio: impecável e rápido, não atrapalhou a performance da nossa mesa, composta por um grupo de pessoas "boas de garfo", ávidas por experimentar as delícias do local!

E logo chegaram os pratos quentes. Nesse aspecto ponto para o Aoyama, uma boa variedade deles e porções fartas! O camarão empanado veio imponente, mas consideramos ele um pouco "massudo", a surpresa boa da noite foi o ótimo sakekatsu (salmão empanado). Outra boa pedida foi o yakissoba de frutos do mar (porém com poucos frutos do mar, podiam ter dado uma "encorpada" no recheio).

Queridinho dos rodízios, o hot roll estava ótimo e arrancou elogios de todos do nosso grupo, uma repetição dessa iguarua foi solicitada na seqüência. Por fim, uma curiosidade que foi "estranhada" pelo grupo, mas agradou também foi o "tepan de picanha" que estava muito bom e venceu os preconceitos iniciais!

Depois da overdose dos pratos quentes, finalmente nos esbaldamos nos sushis e sashimis e aqui fica uma boa notícia para aqueles que gostam de polvo: no Aoyama o rodízio inclui sushis de polvo, a falha fica por conta da ausência desse peixe no sashimi. Passada essa pequena "decepção" começaram a chegar as iguarias.

O temaki fez bonito, nada de alga chiclete mas sim crocante, bem recheado e montado, um tamanho bom e entregue na mesa logo após o pedido. Ponto pro Aoyama!

O combinado veio bem equilibrado, com varidade, sushis bem montados e algumas novidades em relação aos concorrentes como o jyo com cobertura de shimeji. Para os mais puristas já fica o aviso que as "estrelas da casa" são os sushis mais inovadores como skin, algumas variedades com cream cheese e morangos. Portanto se você for mais da "linha tradicional", lembre-se de pedir para o garçon trazer os mais clássicos como niguiris, uramakis etc.

O atum, que é outro ponto que normalmente pode trazer boas ou más lembranças aos visitantes de restaurantes japoneses, também passou com louvor na avaliação: nada de gosto de congelado ou fatias cortadas grossas demais!

Acabado o jantar o veredicto: apesar de lotado, serviço foi muito bom, o rodízio é bem servido, no geral os itens pedidos foram classificados como muito bons e acima da expectativa.

O que vale lembrar é que trata-se de rodízio de custo médio para alto, então se você quer pagar e ter um ambiente mais tranquilo, o Aoyama pode não ser a melhor opção. Na mesma linha dele você terá por exemplo o Koban e o Kawa com seus rodízios premium na mesma faixa de preço e com alguns itens a mais.

De qualquer forma o Aoyama é uma boa escolha para quem quer comer bem, juntar um pessoal para um jantar ou almoço casual entre amigos e contar com comida japonesa farta e que atenda tanto os mais puristas como os fãs das variações ocidentais. Quem quiser conferir mais fotos do local e dos pratos, visite nosso álbum no Picasa.

Para se ter uma noção de preços (consulta na unidade moema), o almoço tem o menu executivo por R$ 28,90 e o rodízio completo por R$ 39,90 de segunda à sexta. Já o preço para jantar é de R$ 45,90 de segunda à segunda (incluindo feriados).

Avaliação:
Nota:

Preço:

***************************

Aoyama
http://www.restauranteaoyama.com.br/

Moema
(unidade que visitamos)
Rua Arapanés, 532
11 - 50527732

Itaim
R. Dr. Mário Ferraz, 465
11 - 31688011

Higienópolis
Praça Villaboim
11 - 36662087

Um comentário:

Luciana disse...

Gostaria de indicar o Zeni! É o melhor japa que eu já fui depois do Nakombi! O preço deles é bom e a comida é ótima! A única coisa ruim dele são as filas de espera, o restaurante é pequeno e a noite sempre esta cheio, não importa o dia!
Tem duas unidades, uma em Moema que eu nunca fui, mas falam que não é tão boa e quanto a Unidade da Vl. Madalena!
Lá o peixe é fresquinho, o temaki é ANIMAL.. indico 100%

Parabéns pelo blog!